Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 17 de Julho de 2019 às 08h00

Cresce investimento no combate ao câncer no Amazonas

O Governo do Estado ampliou os investimentos para o combate ao câncer no Amazonas, no primeiro semestre deste ano, destinando mais de R$ 40,1 milhões à Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon), 20% a mais que em 2018. É o maior volume de recursos aplicado na instituição nos últimos nove anos.

Na prática, os valores foram revertidos à compra de quimioterápicos de alto custo, aquisição de insumos e manutenção geral da unidade, que é referência em cancerologia na Amazônia Ocidental.

O investimento também cresceu nas demais fundações neste primeiro semestre de 2019, em comparação com o mesmo período de 2018. No total, o Governo do Estado aplicou nas seis unidades, entre janeiro e junho, R$ 175,8 milhões ? R$ 15 milhões a mais que os R$ 160,8 milhões investidos nos seis primeiros meses do ano passado.

Além dos R$ 175,8 milhões em pagamentos, há ainda R$ 78,3 milhões já empenhados pela atual gestão para custear despesas das fundações.

Na FCecon, além dos R$ 40 milhões já injetados, outros R$ 30,8 milhões estão empenhados, para garantir um planejamento eficaz à renovação do estoque, continuidade de cirurgias e atendimentos em radioterapia, além do funcionamento de outros setores considerados essenciais na estrutura hospitalar.

?Entendemos que a Política de Atenção Oncológica deve ser prioridade, pois o Amazonas se tornou, há alguns anos, um estado polo para pacientes de toda a região Norte, e tem acolhido inclusive pessoas de outros países. Recebemos a unidade desabastecida, e nosso esforço é no sentido de ampliar, cada vez mais, a oferta de vagas, pois o câncer não pode esperar?, frisou o governador Wilson Lima.

São aproximadamente R$ 71 milhões em empenhos para gastos programados do hospital que, além da área assistencial, tem como um dos braços fortes, o Ensino e Pesquisa.

?Trabalhamos para garantir que nossas pesquisas avancem e para viabilizar a inserção de acadêmicos nessa área, por meio do Programa de Apoio à Iniciação Científica (Paic). É uma forma de estimular a comunidade a participar e se interessar pela oncologia?, explicou o diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão.

Outras medidas para a manutenção e ampliação da oferta de atendimento já foram adotadas, como mudanças no fluxo dos serviços ambulatoriais e melhor controle no setor de Farmácia, por meio do uso racional de quimioterápicos.

Fonte: Amazonas Notícias

Veja também

Atualizada a composição da vacina contra a gripe para a campanha deste ano09/04/19 A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe terá neste ano uma atualização nos tipos de vírus que compõem as doses. Duas das três cepas do vírus Influenza que fazem parte da vacina foram alteradas para esta temporada, com base nos estudos dos tipos mais frequentes que circulam no continente. Por isso é importante que os grupos prioritários façam a vacina todos os anos. Nesta semana, a partir de quarta-feira (10)......
No Sindusfarma, Anvisa atualiza empresas sobre piloto da rastreabilidade18/03/19 A convite do Sindusfarma, o assessor da GGMON/Anvisa Cristiano Gregis prestou informações sobre o projeto piloto do sistema de rastreabilidade de medicamentos, baseado em tecnologias de captura, armazenamento e transmissão eletrônica de dados em toda a cadeia......
Senado reabre discussão sobre fracionamento03/07/19 A proposta para tornar compulsória a venda de medicamentos fracionados nas farmácias e drogarias, por meio do projeto de lei 98/2017, foi reaberta pelo Senado e deve ser debatida ainda neste mês em audiência pública. Previsto em decreto de 2006 e em resolução......

Voltar para Notícias