Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 20 de Março de 2019 às 08h27

Crescimento do setor de Dispositivos Médicos foi de 13,5% em 2018

O setor de Dispositivos Médicos registrou alta de 13,5% no acumulado de 2018, segundo dados que acabam de ser divulgados no Boletim Econômico da Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde ? ABIIS. Só no ano passado, este mercado movimentou US$ 10,5 bilhões.

As importações tiveram uma elevação de 21,8% no ano, totalizando US$ 5,4 bilhões. Já a produção nacional ? que representa uma fatia maior do setor com 51,5% do todo ? subiu 5,6% e atingiu US$ 5,7 bilhões em negócios. ?Esta alta é atribuída principalmente a investimentos em equipamentos e aparelhos eletromédicos e eletroterapêuticos e de irradiação. Em 2018, o mercado registrou um número elevado de fusões e aquisições de hospitais, clínicas e laboratórios, em todo o país, com ampliação dos investimentos nesses equipamentos?, analisa o diretor-executivo da ABIIS, José Márcio Cerqueira Gomes.

O ano de 2018 também foi positivo na geração de empregos. Entre janeiro e dezembro, foram abertas 6.058 vagas na indústria e no comércio do setor de Dispositivos Médicos, uma alta de 4,6% em relação a 2017. Atualmente são 138.940 trabalhadores (63,1 mil na indústria e 75,8 mil no comércio), número que não inclui os empregados em serviços de complementação diagnóstica e terapêutica. Entre os segmentos, destaque para a criação de 2.819 postos de trabalho na ?Indústria de instrumentos e materiais para uso médico e odontológico e de artigos ópticos?. A variação mais representativa em percentual foi na ?Indústria de aparelhos eletromédicos e eletroterapêuticos e equipamentos de irradiação?, alta de 9,7%.

?Os dois segmentos que mais abriram oportunidades de emprego foram justamente na produção de equipamentos, mais um reflexo do investimento no setor?, afirma o diretor-executivo da ABIIS. Para Cerqueira, o ano foi positivo, mas a modernização da saúde no Brasil ainda é lenta. ?Precisamos de uma regulação mais inteligente, aliada a incorporação racional de tecnologias, para que as redes pública e privada possam atender uma demanda crescente. O desempenho do setor hoje está nos mesmos patamares que há 5 anos, a mudança se faz necessária e urgente?, finaliza.

Fonte/Link: https://saudebusiness.com/mercado/crescimento-do-setor-de-dispositivos-medicos-foi-de-135-em-2018/

Veja também

Startup testa nanotecnologia para eliminar remédios em cápsulas14/08/19 Tecnologia deve ajudar pessoas com dificuldade para engolir comprimidos e pode ser usada em cosméticos e suplementos. Processo pode baratear custos dos medicamentos no Brasil Em parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e o Hospital das Clínicas (HC), pesquisadores de uma startup utilizam a nanotecnologia para produzir remédios, sem perdas à ação dos compostos farmacêuticos. A......
Asas do Bem: parceria com empresas aéreas leva vida a todos os cantos do Brasil09/09/19 Entre chegadas e partidas, as companhias aéreas tornam-se essenciais na corrida contra o tempo de quem precisa de um transplante Quando uma família diz ?sim? para a doação dos órgãos de um ente querido que acaba de falecer, centenas de pessoas começam a......
Remédios podem passar a ter venda fracionada obrigatória08/04/19 A venda fracionada de remédios pode se tornar obrigatória. O projeto que trata do assunto (PLS 98/2017) está na pauta da Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC), que tem reunião marcada para a próxima......

Voltar para Notícias