Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 13 de Março de 2019 às 19h23

Genéricos são os mais buscados por brasileiros

Do total de consumidores, 37% compraram medicamentos genéricos, 32% de marcas e 31% uma mescla dos dois tipos, segundo uma pesquisa feita pela Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrabar).



De acordo com o presidente da Febrafar, Edison Tamascia, os genéricos venceram a desconfiança inicial que enfrentaram no mercado e, atualmente, fazem parte das escolhas dos clientes, possuindo grande potencial competitivo por causa da economia que proporciona.



Ainda segundo o estudo, 45% dos consumidores acabaram comprando produtos diferentes do objetivo inicial e quase totalidade desses clientes buscavam economia. Somente 24% compraram exatamente o que foram comprar, 31% modificaram parte da compra e 45% trocaram os medicamentos por vontade própria ou por indicação dos farmacêuticos.

Fonte: https://guiadafarmacia.com.br/genericos-sao-mais-buscados-pelos-brasileiros/

Veja também

A história do 1º homem a vencer a Aids24/04/19 Timothy Brown, o ?Paciente de Berlim?, conta como foi submetido a um tratamento inédito Simião Castro, O Estado de S.Paulo 22 de abril de 2019 | 03h00 Quem passa por Timothy Ray Brown jamais imagina que ele é a primeira pessoa na história a ter sido curada da Aids. O americano de Seattle, Washington, passou por um tratamento complexo e quase mortal para se livrar do HIV. Registrado na literatura médica como......
Startup auxilia indústria na destinação social de medicamentos28/03/19 Conectar entidades assistenciais que necessitem de medicamentos com a indústria farmacêutica. Essa é a proposta da PegMed, plataforma que intermedeia a doação de remédios que estão próximos do vencimento. ?Com 120 dias antes da data de validade, os remédios......
Projeto obriga farmácias a coletarem medicamentos vencidos03/07/19 O objetivo é que o consumidor possa levar seus medicamentos vencidos até as farmácias, que passariam ao distribuidor e, enfim, ao fabricante, para que o medicamento tenha a sua destinação final de forma correta Na hora de jogar fora um medicamento sem......

Voltar para Notícias