Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 21 de Maio de 2019 às 08h37

Remédios vão muito bem

Enquanto o Produto Interno Bruto (PIB) deve ter ficado estagnado ou até levemente negativo no primeiro trimestre deste ano, as 138 empresas distribuidoras de medicamentos e produtos de higiene pessoal e cosméticos venderam, no mesmo período, R$ 1,4 bilhão em medicamentos e não medicamentos, 8% acima de R$ 1,3 bilhão registrados de janeiro a março de 2018. Os dados são da Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan). Só em março, foram comercializadas 92,4 milhões de unidades, que somaram R$ 518,2 milhões em vendas, acréscimo de 4% sobre o mesmo mês de 2018. O destaque foram os genéricos, que representaram 43,4% do faturamento.

Fonte/Link: https://www.dci.com.br/colunistas/plano-de-voo/dolar-testa-limite-de-intervenc-o-do-bc-1.802862

Veja também

Antibióticos estão entre os medicamentos mais usados pelos brasileiros07/05/19 Segundo pesquisa do CFF, classe só perde para os analgésicos e antitérmicos Uma pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), por meio do Instituto Datafolha, identificou os medicamentos mais utilizados pelos brasileiros nos últimos seis meses e os antibióticos estavam entre eles. De acordo com o levantamento, esses medicamentos são consumidos por 42% da população no Brasil. O uso de antibióticos......
Pesquisadores querem saber se vírus Mayaro está em circulação no Rio20/05/19 Pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) descobriram que outra arbovirose, com sintomas parecidos com os da febre chikungunya, circulou em Niterói, na região metropolitana do Rio, em 2016. A descoberta dos cientistas acendeu o alerta......
Tempo de vida de pessoas com aids mais que dobra no Brasil29/05/19 O tempo de sobrevida de pacientes com aids mais que dobrou após o Brasil começar adotar políticas públicas de combate à doença. Estudo divulgado hoje (28) pelo Ministério da Saúde mostra que 70% dos pacientes adultos e 87% das crianças diagnosticadas entre......

Voltar para Notícias