Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 11 de Abril de 2019 às 08h11

Rio Grande do Sul não teve morte por Influenza em 2019

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) esclarece que não houve, no Rio Grande do Sul, nenhuma morte em virtude da gripe (Influenza) no ano. Segundo o Centro Estadual da Vigilância em Saúde (Cevs), foram confirmados até agora cinco casos da doença, nenhum deles com evolução para óbito.

Nesta quarta-feira, o Ministério da Saúde divulgou a informação de que haveria uma morte registrada no RS. No entanto, o ministério trabalha com uma classificação por município de residência. O caso de óbito referido se trata de um morador de Santa Rosa que foi hospitalizado na cidade de Riberão Preto, interior de São Paulo, e morreu naquele município.

O Rio Grande do Sul, assim como todos os estados, mantém um rigoroso controle sobre os casos de gripe em seus territórios. Todas as enfermidades são registradas nos municípios que notificam a vigilância estadual, e esta, por sua vez, abastece o banco de dados do Ministério da Saúde. Até esta quarta-feira (10), nenhum município gaúcho teve registro de óbito por Influenza.

Fonte: SECRETARIA DA SAÚDE RS
Link: https://saude.rs.gov.br/rio-grande-do-sul-nao-teve-morte-por-influenza-em-2019

Veja também

Diabetes e depressão: entenda a relação entre as doenças23/10/19 Pessoas com diabetes podem desenvolver quadro depressivo, assim como a depressão pode levar ao desequilíbrio no índice glicêmico O setembro amarelo, um alerta contra o suicídio, já ficou para trás. Porém, a preocupação com a depressão e outros transtornos psicológicos, que podem levar ao ato extremo, precisa durar o ano inteiro. Dados da Associação Brasileira de Psiquiatria estimam que mais de 96% dos casos de......
Aprenda a armazenar medicamentos09/05/19 Muita gente tem o hábito de ter uma ?farmacinha? em casa, não é mesmo? Mas você sabia que os medicamentos podem estragar mesmo antes de vencer se não forem guardados corretamente? Quando envolve os medicamentos, a coisa é séria, todo cuidado é pouco! Isso......
OMS: crianças devem ter tempo em frente a telas limitado a 1 hora25/04/19 A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou, nesta quarta-feira (24), um estudo que diz que crianças de até 4 anos devem passar, no máximo, uma hora em frente a telas de forma sedentária, como assistir TV ou vídeos ou jogar no computador. Para quem tem até......

Voltar para Notícias