Quero ser cliente
Central de Vendas 0800 707 4774 ou 54 3544 1800
Postado em 17 de Setembro de 2019 às 07h57

Saúde lança campanha de vacinação nas fronteiras

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, lançou nesta segunda-feira (16), em Ponta Porã (MS), a campanha Movimento Vacina Brasil nas Fronteiras, com ações de fortalecimento da vigilância em cinco cidades brasileiras fronteiriças aos países que compõem o Mercosul (Argentina, Paraguai e Uruguai).

?Uma das principais ações é aprimorar e fortalecer as coberturas vacinais, em parceria com todos os nossos vizinhos. Podemos aumentar em muito essas parcerias com os países que fazem fronteira com o Brasil, garantindo proteção para todos?, destacou o ministro, Luiz Henrique Mandetta.

O Movimento Vacina Brasil nas Fronteiras acontece de hoje a 27 de setembro. O Brasil enviou 37 mil doses extras da vacina tríplice viral (sarampo) e 4 mil doses de vacina contra a febre amarela para as regiões foco da campanha. Para febre amarela, apenas a cidade de Barra do Quaraí, no Rio Grande do Sul, solicitou doses extras ao Ministério da Saúde. Assim, foram enviadas 4 mil doses de vacina à cidade gaúcha.

No Brasil, a ação acontece nas cidades de Ponta Porã (MS), Dioníosio Cerqueira (SC), Barra do Quaraí (RS) e Foz do Iguaçu e Barracão (PR). No Paraguai, em Pedro Juan Caballero e Ciudad del Este. Já na Argentina, a ação acontecerá Bernardo de Irigoyen e Puerto Iguazú. No Uruguai, a vacinação acontece em Bela Unión.

O Brasil registrou 3.339 casos confirmados de sarampo em 16 estados, nos últimos 90 dias. Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul estão entre os estados com surto ativo da doença

No início deste ano, houve a identificação da circulação do vírus da febre amarela na Região Sul do Brasil. Até o dia 31 de maio, foram confirmados 85 casos e 15 óbitos pela doença no país, sendo 14 casos e três óbitos na Região Sul. A maior parte dos infectados são jovens adultos do sexo masculino, que moram ou trabalham em áreas rurais.

Fonte: Agencia Brasil
Edição: Fernando Fraga

Veja também

Indústria pede 28 novos medicamentos isentos de prescrição15/03/19 Ao longo de 2019, novas liberações de MIPs devem começar a acontecer A indústria farmacêutica pediu que um grupo de 28 medicamentos receba a chancela de ?isentos de prescrição médica? pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo dados da Agência, as solicitações incluem substâncias destinadas ao tratamento de herpes (penciclovir), alergias (dicloridrato de levocetirizina), inflamações......
Um em cada cinco brasileiros usa o celular enquanto dirige25/06/19 Dados são de pesquisa feita pelo Ministério da Saúde Dados do Ministério da Saúde revelaram que 19,3% da população das capitais brasileiras usam o celular enquanto dirigem. Isso significa que de cada cinco pessoas, uma afirmou que comete esse ato. A......
Anvisa disponibiliza o rastreamento de medicamentos por aplicativo11/07/19 O processo ainda está sendo desenvolvido e o rastreamento de medicamentos deve estar em operação até 2022 Quem deseja ter mais controle sobre o medicamento que está tomando, agora já consegue. Um novo sistema de rastreamento foi criado para dar mais......

Voltar para Notícias